crinça lendo

Como ajudar os filhos no processo de aprendizado.

Nem todos os pais são mestres ou levam jeito na área didática. Tudo fica ainda mais complicado para os pais de “primeira viagem”. Já é conhecido que os primeiros passos na educação dos filhos são de extrema importância para todo o processo de aprendizado. Aprender de forma correta a ler, escrever e falar vai influenciar o quão seguro as crianças são para a seguir em frente em outros processos educacionais.

Levando em consideração a importância do assunto e sabendo que muitos pais tem dificuldade em ensinar os “primeiros passos” à seus filhos apresentarei aqui algumas alternativas que irão auxiliar você, papai ou mamãe, a iniciar ou dar continuidade aos aprendizados de forma efetiva e segura.

Bom, a primeira alternativa (e mais em conta também) são revistas e blogs focados justamente no processo de criação de filhos. Não se deixe enganar pelo nome “blog”. Boa parte desses materiais são escritos por profissionais e pedagogos que tem muito conhecimento no assunto. Um ótimo exemplo de revista digital que trata com excelência a questão de educação parental é a Revista Crescer. Nela você irá encontrar bastantes matérias sobre educação, mas também sobre gravidez e outros estágios de aprendizado.

A segunda opção (e a que eu mais recomendo) são os cursos sobre educação. Alguns cursos, como o Kit Acelera ABC, são especialmente focados nas principais dificuldades do processo de ensino no período de fala, escrita e leitura das crianças. Nesses cursos é possível encontrar um passo a passo detalhado com vídeos aulas e material escrito de pessoas devidamente qualificadas sobre o assunto.

Bom, independente da sua escolha de como se informar e se preparar para educar, tenha em mente que o processo todo deve ser agradável tanto para quem ensina (os pais) tanto para quem aprende (os filhos). Procurar nas brincadeiras e momentos de diversão um jeitinho de também educar é uma saída com satisfação garantida!

Eaí, gostou das dicas? Deixe um comentário com mais dicas ou depoimentos de como você educou seus filhos!

Até a próxima!

Musica_aprendizado

Como a Música Pode Te Ajudar a Aprender

O processo de aprendizagem exige concentração e foco em leitura de livros, visualização de vídeos e aulas, e até mesmo tirar dúvidas com quem já passou por esse processo, que pode ser muito difícil se manter motivado por completo, havendo até desistência.

Por isso, é importante buscar novas formas de se aprender que te ajude a focar e se manter motivado durante esse processo. A música é um item já provado por pesquisas que ajudam as pessoas a aprenderem muito. Já é muito comum utilizarem paródias para lembrarem de teorias de algumas matérias difíceis, como matemática por exemplo.

Um estudo britânico indicou que escutar música durante o estudo pode melhorar o desempenho de aprendizagem, e para otimizar os resultados o estilo de música deve mudar conforme aquilo que for estudar. Por exemplo, a pesquisa mostrou que alunos que escutaram música clássica tiveram melhor desempenho melhor de 12% nas avaliações de matemática, comparado a alunos que não ouviram música.

Veja mais sobre a pesquisa nesse artigo do UOL. Então se você está com dificuldade de absorver aquilo que está estudando, recomendo ouvir músicas, elas irão te ajudar! Depois comente aqui como foi e está sendo sua experiência.

Educação_aplicativos

Aplicativos da Educação: Feitos Para Ensinar e Aprender

No momento em que nos encontramos, os meios digitais podem nos proporcionar uma experiência diferente mas que supre as necessidades, como reuniões de trabalho, família, amigos e até mesmo aulas à distância. Além disso, a internet nos proporciona outras formas de aprender, como os aplicativos para celulares, que promovem o ensino de forma criativa, inovadora e tecnológica.

1 – GooseChase: é um aplicativo para android e iOS, e ele permite que professores criem um ambiente de divertido, estilo caça aos tesouro, adicionando listas e missões aos alunos. Se feito de forma criativa, os alunos aprendem e se divertem ao mesmo tempo.

2 – Hopscotch: é um aplicativo para iOS apenas, que tem uma interface colorida e fácil de manusear, e permite que todos (tanto crianças quanto adultos) criem seus próprios jogos e aprendem fundamentos de programação ao mesmo tempo.

3 – RelationShapes: é um aplicativo tanto para android quanto iOS, feito para crianças, e tem o objetivo de estimular o desenvolvimento de habilidades de resolução de problemas e raciocínio visual-espacial, de forma que as crianças só precisam mover e redimensionar formas para criar imagens divertidas.

4 – Recap: é um aplicativo para android e iOS, e nela é possível que os professores incluem perguntas para serem respondidas em vídeos pelos estudantes, e dessa forma tanto os professores quanto os pais tem uma visão sobre o aprendizado.

5 – Duolingo: É um aplicativo para android, que tem o objetivo de passar uma série de atividades e testes para que as pessoas aprendam outro idioma, como inglês, espanhol entre outras línguas.

Além desses, o porvir trouxe uma lista com os 25 melhores aplicativos para ensinar e aprender, dá uma olhada aqui. E não fique de fora dessa, baixe alguns desses aplicativos e aprenda um pouco todo dia!

Até a próxima.

Leitura

Leitura: Quantidade ou Qualidade?

Se você gosta de ler, já deve ter se sentido culpado por não ter lido livros o suficientes, algumas pessoas até criam estratégias para ler cada vez mais livros, mas eu te pergunto a quantidade de livros realmente denota qualidade?

É muito bom que você consiga ler muitos livros, mas isso apenas denota que você tem tempo e disposição para isso. A pessoa que leu poucos livros em comparação com a que leu muitos livros, ambas conseguem assimilar o conteúdo que leu, além disso o tamanho do livro, conteúdo, há uma infinidade de pontos que temos que levar em consideração ao fazer essa comparação.

Por isso ela não vale a pena, o importante é que você leia. A leitura traz muito benefícios a você, como melhoria no funcionamento do cérebro, estímulo da criatividade, aprimora sua empatia, melhora seu senso crítico, redução de stress, ajuda na qualidade do sono e mais outros benefícios que podem serem vistos aqui.

Para você ler, trago aqui algumas indicações de livros que são muito bons: A Revolução dos Bichos e 1984 (George Orwell), Uma Breve História do Tempo (Stephen Hawking), Harry Potter (J. K. Rowling), A Coisa (Stephen King), entre outros.

Independente de seu gosto por livros, leia! A leitura tem uma infinidade de benefícios para seu cérebro e sua saúde, além disso, é divertido!

Deixe-me saber quais livros você já leu, comenta aqui!

idiomas dificeis

Os Idiomas Mais Difíceis De Se Aprender

Falar em outros idiomas é o sonho de qualquer pessoa não é mesmo? Hoje em dia, estamos muito conectados com o inglês, por isso ele se tornou bastante comum entre as pessoas, além de que ele é considerado um idioma mundial onde você consegue se comunicar com qualquer pessoa do mundo falando apenas em inglês. Não é uma regra, e as regiões mais interiores de cada país muitas vezes não seguem.

Entre as mais difíceis de se aprender, está o Russo. Dizem que porque seu alfabeto é completamente diferente do que utilizados por nós, chamado de alfabeto cirílico, ele tem nada mais e nada menos do que 10 vogais.

Outro bem diferente, é o Japonês, por ser um idioma tonal ele é considerado muito difícil, além de ser totalmente formado por ideogramas, contém 10 mil caracteres e 50 tons diferentes para serem memorizados. Eu me pergunto como os japoneses aprenderem isso?

O Árabe é uma língua falada por mais de 200 milhões de nativos, além de caracteres diferentes, a sua forma de escrita é da direita para a esquerda, tirando que em cada região há sotaques diferentes, você consegue se imaginar identificando esse idioma? Caso tenha interesse, recomendo o curso online Aprender Árabe.

Já ouviu falar do alfabeto khmer? Pois é, nem eu, mas os Tailandeses conhecem, além de ser o alfabeto que compõe o idioma ele é considerado um dos mais difíceis do mundo. É uma língua tonal e analítica, onde seu sentido muda conforme a entonação fonética dos elementos, já imaginou?

Esses são apenas alguns dos idiomas mais díficeis que existem. Lembre-se que existem 6912 idiomas catalogados até o momento, e todos possuem sua dificuldade de aprendizado. Mas se você desejar aprender, não desanime, se esforce!

A História da Educação

Assim como tudo na vida, a educação também passou por vários processos e aprimoramentos até chegar a ser o que conhecemos hoje. E essa transformação foi fundamental para o desenvolvimento do ser humano. Tudo começa na antiguidade, legados deixados pelas principais cidades estados da Grécia Antiga: Esparta e Atenas. Onde o primeiro era conhecido pela rígida disciplina, autoritarismo e conhecimento militar, já o segundo continha o exercício da palavra e da democracia, o que contribuiu muito para a filosofia que conhecemos.

Já na Idade Média, iniciou-se com grande influência espartana, mas aplicada pela igreja que pregava um pensamento conservador, conhecimento passado apenas dentro das famílias. Com a reforma religiosa e o renascimento, vieram as ideias atenienses que contribuíram para a constituição dos estados nacionais: onde o conhecimento passa a ser transmitido pela escola, através do professor.

A educação moderna, foi marcada pela ideia do professor e continuou a ser impulsionado conforme as revolução industrial que tinha o objetivo de formar cidadãos cientes de direitos e deveres para atuar na sociedade. Foi nessa época que se começou a questionar as instituições escolares, e dessa maneira a participação ativa dos alunos, valorizando a experiência anterior e conhecimentos prévios, de forma que ele possa questionar como forma de aprendizagem.

A história tem um papel importantíssimo para continuarmos a nossa evolução e melhorarmos ainda mais a qualidade de vida das pessoas. Se não fosse a propagação de conhecimento adquirido durante a Grécia Antiga, talvez hoje nós seriamos diferentes. Já parou para pensar nisso?

O que eu contei aqui hoje, foi um pouco sobre a história do mundo. Veja mais sobre a história da educação no Brasil, neste artigo.

A Importância da Música no Processo de Ensino

Como parte fundamental da cultura, a música é uma parte importante de todos nós, que a utilizamos não só como forma de manifestação cultura, mas também para expressão de sentimentos, habilidades e talento. Se utilizada no processo de educação, ela desempenha um importante papel no desenvolvimento.

No desenvolvimento infantil, ela é importante nas características psicomotoras, no caso da utilização de instrumentos, cognitivas e até mesmo linguísticas e socioafetivas. Sem contar nas mais comuns, como auxiliar na capacidade de memória, ritmo e no prazer de ouvir músicas.

Nas escolas, a música é muito utilizada no processo de alfabetização, decorar regras matemáticas, falar sobre algum contexto histórico e até desenvolvimento de textos. Por exemplo, você já deve ter escutado a música para decorar a tabela trigonométrica certo?

Mas nada é tão bom e eficiente, se não for de qualidade. Por isso a música precisa ser muito bem montada, harmonizada para agradar e surtir o efeito desejado nas pessoas. Para produzir músicas de qualidade profissional, que competem com o mercado recomendo o curso online Academia de Beats.

Vou deixar aqui algumas dicas um tanto quanto não convencionais de se inspirar e fazer uma música: faça coisas foram da sua rotina, frequente lugares diferentes, sinta texturas e cheiros, há pessoas que se inspiram apenas com gestos comuns e até mesmo frases. Veja outras dicas matadoras!

Conte para nós o que você achou.

Até a próxima pessoal!

Saude Online

Cursos Online Que Auxiliam no Emagrecimento

Hoje gostaria de ser um pouco mais descontraído, e falar abertamente sobre um assunto que nos afeta. Por isso deixo o padrão dos meus artigos anteriores para falar de um assunto bem sério, continue lendo 🙂

Venho dizendo a importância da educação para vocês, porém arrisco a dizer que existe uma área tão importante quanto e que juntas se complementam para melhorar a qualidade de vida das pessoas: a saúde.

Em um mundo ao qual o tempo é tão importante, estamos aptos a comer comidas rápidas e que não fazem nenhum bem para nossa saúde, com o tempo diversos problemas tendem a aparecer. Além disso, muitas pessoas utilizam a comida como conforto, desenvolvendo distúrbios alimentares.

Sei que falar de saúde e hábitos alimentares pode parecer meio distante da educação, mas é ai que você se engana. Uma boa educação pode nos levar a conscientização de ingerir alimentos que nos fazem bem, fazer exercícios, buscar ajuda profissional para distúrbios alimentares e até mesmo encontrar soluções na internet (que nem sempre são confiáveis).

Se você busca reeducar sua alimentação e se manter saudável pela internet, vá com a mentalidade de não acreditar em tudo que vê, procure fontes confiáveis e veja as avaliações do curso. Além disso, recomendo o curso online Código Emagrecer de Vez, que irá te ajudar a alcançar seu objetivo e recuperar a autoestima.

Gosto de reforçar que os cursos online estão ai para facilitar a nossa vida e levar a educação as pessoas que precisam ou querem mas não tem tempo ou dinheiro para isso. O mesmo é válido para pessoas que querem cuidar da saúde mas não sabe como começar, procure um curso online, que seja administrado por um profissional que saiba que está falando ok?

É isso pessoal!

Educação

Por Que Investir Em Educação de Qualidade

Já ouvi muitos dizerem a seguinte frase: “investir em educação é o mesmo que investir em qualidade de vida”, então porque será que ainda temos uma situação tão precária? Isso não é uma verdade apenas nos Brasil, mas ao redor do mundo, na América Latina há países que investem menos de 3% do PIB em educação pública, enquanto a média em países de renda alta é ao redor de 5%, veja outras informações aqui.

De acordo com dados do IMD World Competitiveness 2012, o Brasil e a Coreia do Sul investem praticamente o mesmo percentual do PIB em educação, 4.97% e 4.63%, apesar disso os coreanos ocupam uma das melhores posições nos rankings do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa), enquanto nós não estamos nada bem. Se investimos o mesmo por que o resultado é tão diferente?

Não se devem fazer comparação apenas com o percentual investido, até porque cada país possuem características diferentes. Se dividirmos o PIB da Coréia do Sul e do Brasil pelo número de habitantes de cada país, o valor per capita obtido será de 32,4 mil dólares anuais para os coreanos e 12 mil para os brasileiros, e essa é só uma das diferenças.

Investir em educação de qualidade está conectado diretamente com o poder industrial e tecnológico de um país, pois pessoas que estudaram tem grande capacidade de se tornar mão de obra qualificada para tocar projetos grandes ou complexos.

Investir em educação é mais do que investir dinheiro, é conscientizar a população da importância dos estudos, professores e terminar os ensinos. É valorizar os profissionais educadores em todos os níveis escolares, é pensar no desenvolvimento desde criança, é investir no futuro e na qualidade de vida do país.

Educação Online

Educação Online: O Novo Alcance do Aprendizado

A educação online esta ali atrelada com a educação a distância, isso porque estudar a distância só foi possível graças a internet e a acessibilidade a mesma. As pessoas tendo a possibilidade de estudar onde quiser, como quiser e quando quiser foi uma consequência dos avanços tecnológicos que trouxe muitas oportunidades as pessoas que querem estudar, se especializar ou até mesmo aprender conteúdos por hobby.

Acessibilidade é muito importante para a diminuição da desigualdade social, as universidades antes só eram acessíveis a pessoas com que podiam pagar material, transporte e sustento a seus filhos, hoje já é possível estudar utilizando bolsas que a faculdade oferece ou a distância. Por isso hoje eu gostaria de trazer para vocês algumas novidades que podem e irão mudar a educação online

ENEM: a prova mais realizada no Brasil por milhões de brasileiros todos os anos. Ela possibilita entrada em universidades públicas, conclusão do ensino médio e bolsas de estudo em faculdades particulares. Mas ai vem uma novidade, o MEC diz que o ENEM se tornará digital até 2026, com prova por computador já em 2020, além de ajudar com o meio ambiente ao deixar de utilizar folhas, o uso tecnológico permitirá que o aluno escolha a cidade e o dia mais conveniente para a realização da prova, veja mais aqui.

Positivo Tecnologias: uma das empresas que produz equipamentos eletrônicos como para computadores e notebooks, diz que irá implementar um sistema educacional que permite que seja acessado por estudantes que não tenham acesso a web, no Amazonas por exemplo, apenas 48% das escolas disponibilizam internet, e nem necessariamente é utilizada pelos alunos. Mais uma ação em favor a educação acessível no país, veja mais aqui.

OCACO: é uma plataforma de cursos online que certifica e avalia esses cursos, disponibilizando no site para os usuários as avaliações de alunos que já cursaram aquele curso, e além disso entrega ao produtor um selo de qualidade OCACO aos que tiverem passado no sistema de avaliação, interessante não? Outra tecnologia que vem para revolucionar o mercado e trazer qualidade de educação as pessoas.

Essas são apenas algumas das novidades no país em prol da educação, como primeiro post gostaria de trazer de volta a esperança de termos um país melhor, além de despertar a sua vontade de estudar te mostrando que sim, é possível!

Não deixe para depois o que pode ser feito hoje.